Directiva da comissao eu no 97 30 we

Locerin

A Diretiva ATEX no sistema legal polonês foi introduzida em 28 de julho de 2003. É adequado para produtos de dados para trabalho em áreas que estão em risco de explosão. Os produtos em questão devem atender a requisitos rigorosos, não apenas quanto à segurança e à saúde. A diretiva ATEX contém procedimentos de avaliação de conformidade.

O conteúdo das disposições do ato normativo em questão é o nível de segurança e, além disso, relacionado aos procedimentos de avaliação atuais, está amplamente relacionado ao estado de perigo ambiental em que um determinado dispositivo operará.A diretiva ATEX estabelece requisitos rigorosos que um produto específico deve cumprir para ser usado em áreas potencialmente explosivas. Mas que zonas isso significa? Em primeiro lugar, aqui estamos falando de minas de carvão, onde há uma probabilidade extremamente alta de explosão de metano ou pó de carvão.

A diretiva ATEX possui uma divisão detalhada de dispositivos na linha. Existem dois deles. No número de peças existem dispositivos que são adaptados no subsolo da mina e em superfícies que podem estar em risco de explosão de metano. O segundo grupo é usado para dispositivos que são usados em locais subseqüentes e que podem ser ameaçados por uma atmosfera explosiva.

Esta directiva estabelece requisitos gerais essenciais para instalações inteiras que operam em áreas sujeitas a riscos de explosão de metano / pó de carvão. No entanto, requisitos mais específicos podem ser facilmente localizados nas partes harmonizadas.

Deve-se observar que os dispositivos aprovados para manutenção em áreas com risco de explosão devem ser marcados com a marca CE. A marca deve ser seguida do número de identificação do organismo notificado, que deve ser forte, visível, indestrutível e legível.

O organismo notificador examina todo o sistema de controlo ou equipamento individual na instalação para assegurar a cooperação com os modelos e requisitos adequados da directiva. Também deve ser lembrado que a partir de 20 de abril de 2016, a atual diretiva será substituída pelo novo princípio ATEX 2014/34 / UE.